Fora, Arena Porto!
Em novembro de 2016, conseguimos impedir a construção da Arena Porto ao garantir o embargo por tempo indeterminado pelo CPRH. Comemoramos essa vitória, mas a batalha ainda não está 100% ganha: a Luan Promoções recorreu pela anulação do embargo ao Conselho Estadual de Meio Ambiente. Por isso, vamos continuar de olho! Fora, Arena Porto!
Porto de Galinhas continua em risco!
Quando o assunto é Arena Porto, a gente sempre tem que tá preparado para uma reviravolta. Mais do que isso, precisamos ficar de olhos bem abertos. Já vimos até a justiça voltando atrás do que havia decidido, e permitindo a terraplanagem do local para “proteger o meio ambiente de uma possível erosão”.  Pois é, infelizmente você leu certo.
A obra continua embargada por tempo indeterminado, mas a gente sabe que os envolvidos nesse absurdo são muito bem articulados e podem nos surpreender a qualquer momento. A nossa luta por uma Porto sem Arena prossegue. Esse é um momento crucial em que precisamos estar atentos e mobilizados, pois muita água ainda vai rolar nas vias judiciais e administrativas. Precisamos estar prontos/as para agir a qualquer momento!
Por isso, te chamamos a continuar com a gente nessa luta: é só se inscrever no formulário ao lado e pronto! Assim você receberá por e-mail atualizações sobre o caso e novas oportunidades de mobilização. Quanto mais gente, maior a nossa força para deixar bem claro: FORA ARENA PORTO!

Junte-se nós para ficar por dentro e agir!

Trajetória
Porque a Arena Porto é ilegal, imoral e não pode sair do papel? 
O projeto conta com um estacionamento para 3 mil carros. O estudo de impacto de vizinhança apresentado pelo projeto não traz absolutamente nada que trate de gestão de trânsito e mobilidade, como contagem de veículos que a via normalmente comporta.
O Fest Verão Porto, programado para acontecer em janeiro de 2017, além de ter sido cancelado pro falta de licenciamento ambiental, não tinha autorização para realização do evento. A Prefeitura de Ipojuca foi pega de surpresa pela divulgação do festival nas redes sociais.
Uma área equivalente a 5 campos de futebol já foi desmatada, terraplanada e pavimentada. Mesmo se a obra não for concluída, a pavimentação já causou um impacto irreparável. E se finalizada, além do impacto ambiental, haverá impacto urbanístico e paisagístico.
Segundo a Agência Estadual de Meio Ambiente - CPRH, havia mata de restinga na área. E segundo o artigo 5 da Lei de nº11.428, a região de restinga não perde classificação mesmo em caso de desmatamento não autorizado. O que significa que apenas obras de utilidade pública poderiam ser implantadas no local.
Uma obra dessa dimensão não deveria ser iniciada sem a participação popular, como audiências públicas que garantam a presença de toda a comunidade local. As duas Audiências Públicas sobre a obra só foram realizadas após o desmatamento.
Ainda segundo o CPRH, pela obra estar perto de uma região alagada e de mangue, se não houver macrodrenagem no local, a impermeabilização do solo com brita e posteriormente com asfalto causará um risco muito grande de constantes alagamentos em Porto de Galinhas.
FALA COM A GENTE!
contato@meurecife.org.br
(081) 9 8119.6875
Meu Recife
POR QUE O MEU RECIFE ENTROU NESSA?
A luta contra o empreendimento Arena Porto já vinha sendo traçada por ambientalistas e frequentadores de Porto de Galinhas. Nós do Meu Recife, nos articulamos com essas pessoas contra a obra e criamos essa mobilização. Um empreendimento que além de não dialogar com a sociedade, degrada o meio ambiente não pode acontecer! Essa obra é um absurdo. Porto precisa de mais investimentos em proteção ambiental e não de mais uma casa de shows! A Rede Meu Recife acredita que não só um Recife, mas uma Região Metropolitana mais justa, participativa e sustentável é possível. Só depende da gente. Continuem nessa luta conosco porque a letra é uma só #ForaArenaPorto !